Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Like A Man

29
Set17

Saibam como usar o carsharing (e com pinta!)


Filipe Gil

drive now like a man 1.jpg


Desde que eu e o João fomos à apresentação da Drive Now que ficámos muito curiosos. E eu já experimentei... e gostei bastante. Não só pela utilidade prática do carsharing mas porque o fazemos com carros com muita pinta, estilo e muito interessantes de conduzir.

 

O processo é simples

Primeiro há que fazer a inscrição na Drive Now, aconselho a fazerem no vosso desktop e não na APP. Será necessário enviarem alguns documentos, como a carta de condução, número de conta bancária, VISA/Mastercard ou Pay Pal.   

Depois receberem a confirmação que estão inscritos na rede da Drive Now - o que pode levar até 48 horas - descarreguem a APP e procurem o carro mais próximo.

A inscrição, até ao momento que escrevo estas linhas é gratuita, mas depois passará para perto de cerca 5 euros convertíveis em minutos + 20 minutos grátis.

 

drive now like a man.jpg

 

Depois é fácil. Procuram o carro mais próximo, ou aquele que preferem entre os mais próximos (entre a escolha de Mini’s e BMW’s Serie 1 e eléctrico) reservam o automóvel na APP e têm 15 minutos para chegar até ele. No caso de se virem atrapalhados podem prolongar esses minutos para o dobro.

 

Uma vez chegado ao pé do automóvel, que está identificado com as cores da Drive Now e com um dispositivo no vidro da frente que indica a disponibilidade ou não do carro. No caso de o terem reservado está mesmo reservado para vocês – dentro dos minutos que referi.

 

Desbloqueiam o carro na APP, as portas abrem-se, entram e no ecrã do automóvel é pedido um código – escolhido por vós anteriormente. Depois do código aceite os minutos começam a contar e podem ir à vossa vida. Não há chaves. Podem mesmo, a meio da viagem, estacionar num local e bloquear o carro durante uns minutos (feito no ecrã do automóvel e não na APP) – mas fica o aviso que o “taxímetro” continua a contar.

Uma vez chegados ao vosso destino, verificando que estão dentro da área autorizada para estacionar, basta desligarem o motor, saírem e bloquear o carro. Verifiquem que a luz do vidro da frente fica verde (como na imagem), ou seja, disponível para outros. Certifiquem-se na APP que a viagem terminou e já está! Sigam a vossa vida.

drive now like a man 5.jpg

  

A experiência pessoal

Das três viagens que fiz, fi-las sempre em Mini’s. Tinha BMW’s perto, mas tenho uma “pancada” por Mini’s, por isso não deixei de perder a oportunidade. Sobretudo quando percebi que me calhou um John Cooper Works – uma versão mais desportiva deste carro. E aí o prazer foi absoluto. Já não tinha o gosto pela condução desde que deixei de conduzir motas. Claro que o fiz dentro das normas de segurança, mas não resisti a ir para as curvas de Monsanto e acelerar um pouco naquelas curvas. Foi mesmo bom.

 

Em suma: aconselho a experimentarem, acredito que é o futuro da industria automóvel – aliás a Volvo já lançou um serviço de carsharing na Suécia. E com a Drive Now podemos aliar a comodidade de pegar num carro e ir, economicamente, a outro lugar da cidade mas em grande estilo. Aliás, cada vez mais o conceito de carsharing veio para ficar. No futuro não teremos carros, os carros não serão, na sua maioria uma posse mas um serviço. Atualmente é fazer as contas. Uber/Cabify ou carsharing? 

 

drive now like a man 6.jpg

 

Por falar em economia: o custo por minuto vai de 0,29€ a 0,31€. Por isso evitem horas de ponta. No preço está incluído a gasolina e estacionamento nos lugares da Emel.

 

Continuo a achar que é um serviço perfeito para de vez em quando irmos para o trabalho, para ir a uma reunião a meio do dia sem tirar o nosso carro do tal estacionamento que tanto custou a conseguir, ou então para irmos jantar com a cara metade em grande estilo. E, no caso “apanharem” um Mini John Cooper Works, o prazer de condução está garantido.

 

Boas viagens!

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.