Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Like A Man

20
Out17

O problema não és tu, somos nós.


João NC

_23B8140.jpg

 É daquelas frases cliché que se usam, normalmente em tom jocoso, quando nos queremos referir à forma “pouco habilidosa” como os homens terminam relacionamentos. Mas não vamos usá-la nesse contexto. Não agora. Agora serve apenas como introdução para um outro tema que normalmente causa alguma tensão entre homens e mulheres: a tendência masculina para o esquecimento de datas importantes, como os aniversários. Pois bem, minhas senhoras, desta vez tocou-nos a nós. É bem feita, senhoras e senhores. Ora leiam.

 

Não sendo algo que possamos negar com grande convicção, há que assumir: a maioria dos homens não é grande coisa com datas. Lembramo-nos do nosso aniversário, do ano em que o nosso clube fez aquele brilharete na Europa, e das datas mais importantes do calendário civil, mas aqui pela repetição e algumas pelos auxiliares visuais que nos colocam à frente do nariz, como as decorações de natal, por exemplo.

 

Tirando algumas excepções, somos realmente assim. Ponto. Quem nos desenhou fê-lo com um propósito maior que não este, de decorar datas. Felizmente para os aniversários das pessoas que nos rodeiam hoje temos a preciosa ajuda dos alertas do Facebook (curiosamente inventado por um gajo, o que nos faz pensar que pode não ter sido por acaso – Mark, és grande!).

 

Mas para tudo o resto, como aniversários de casamento, de namoro, do dia em que nos conhecemos, etc, estamos por nossa conta. O que normalmente nos deixa em trabalhos.

 

Não servindo de desculpa, mas como atenuante, fiquem a saber que à boa maneira masculina, esquecemo-nos do 1º aniversário do LiAM. Pois é, minhas senhoras (sim, há muitas que nos leem – umas de forma mais anónima que outras), o problema não são mesmo vocês, somos nós.

 

Fez dia 13 deste mês um ano que iniciámos esta aventura que muitas horas de sono nos tem roubado, com a preocupação de não esquecer o post do dia, a crónica da semana, a entrevista prometida. Sim, dá trabalho, para o caso de estarem a interrogar-se. Mas também tem dado muito gozo, sobretudo quando recebemos o vosso feedback sobre este ou aquele conteúdo. Será essa a nossa maior recompensa, a par dos muitos objectivos a que nos vamos propondo e que aos poucos vamos conquistando.

 

OFICINA_LIAM_03.jpg

 

Temos planos e muitas ideias para o futuro. Vamos ter mais conteúdos audiovisuais, para partilhar por aqui e pelas redes sociais, mas também gostávamos de concretizar algo mais “físico”. Não se esqueçam que somos quarentões e todo este movimento revivalista e de volta aos clássicos, faz muito sentido neste contexto. 

Fiquem para ver as cenas dos próximos capítulos e não deixem nunca de partilhar a vossa opinião sobre o que por aqui vão vendo, mas também sobre o que gostavam de ver. O LiAM está à escuta.

 

Obrigado por estarem desse lado!

 

1 comentário

Comentar post

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.