Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Like A Man

06
Dez16

Aberto, fechado ou ambos?


LiAM

_23b4301Quem anda de mota vê-se confrontando com um dilema mesmo antes de levar a chave à ignição: a escolha do capacete. Longe vão os tempos em que andar sem capacete era um statment, uma prova de rebeldia. Agora todos percebemos que era apenas parvo. Claro que é bom sentir o vento na cara, numa sensação de liberdade que apenas as duas rodas nos podem dar, mas daí a arriscar a vida, conduzindo sem qualquer tipo de protecção, vai uma enorme distância. Uma distância que não devemos percorrer de mota.Concordando na necessidade de um bom capacete, importa então escolher o tipo. No campo das marcas não vamos entrar (para já). E vamos simplificar reduzindo a escolha a três classes de capacetes: os Integrais, os Jet (também chamados de capacetes “abertos”) e os Modulares.Nesta escolha, para além do gosto pessoal, devemos ter também em conta outro tipo de factores: que tipo de mota conduzimos, que tipo de trajectos fazemos e, sobretudo, a que velocidade gostamos de conduzir.Se há coisa que prezamos muito aqui no LiAM é a liberdade de cada um e não vamos dizer-vos o que devem fazer. Vamos apenas falar-vos da vantagens e desvantagens de cada um deste tipos de equipamento, para que possam fazer uma escolha mais consciente e racional (se é que isso existe neste universo das duas rodas):Capacete Jetruby1É um capacete aberto, que cobre as orelhas, a nuca e o pescoço. Pode, ou não, ter uma viseira de protecção de plástico para olhos, rosto e, em alguns casos, abrangendo até o queixo. A alternativa à viseira serão os óculos de protecção, também conhecidos por goggles.Sendo um capacete mais agradável de utilizar, é o que oferece menor protecção, uma vez que nos deixa com o rosto totalmente descoberto. A parte boa é que permite ficarmos com um campo de visão mais amplo, para além do excelente arejamento. Diríamos, por isso, que é um capacete muito confortável, ideal para uma utilização na cidade, em pequenos trajectos ou para o verão.Vai bem com scooters, café racers, custom bikes e choppers.Capacete integral_23b4307Trata-se de um bloco inteiro que envolve a totalidade do rosto, sendo, por isso, mais seguro e usado por profissionais em competições. Cobre as orelhas, nuca e tem uma viseira frontal, que também protege o rosto e queixo. A viseira em plástico, quando existe, é quase sempre basculante, permitindo gerir a entrada de mais ou menos ar no seu interior, para uma evacuação rápida do embaciamento, sem deixar entrar a água da chuva.Oferece a melhor relação segurança/conforto/preço, ainda que estes factores dependam, obviamente das marcas em questão. A principal desvantagem de uma capacete integral será o ângulo de visão mais reduzido, o que acaba por ser prejudicial ao nível da protecção activa. Mas também a este nível, algumas marcas começam a apresentar modelos em que o ângulo de visão está francamente melhorado, como é caso do modelo Bullitt da Bell Helmets, que o Filipe usa na foto acima.Vai bem com todo o tipo de motas mas esteticamente adequa-se mais a motas de estrada, naked, desportivas e off-road. Os modelos mais retro também vão bem com as custom bikes e café racers.Capacete modularschuberth-c3-helmetSe um capacete integral acasalasse com um jet, o resultado seria este. Sim, um capacete modular é exactamente um cruzamento entre os dois modelos anteriores. Fruto de uma parte frontal totalmente basculante, que podemos abrir nos dias mais quentes ou quando circulamos a baixa velocidade, por exemplo, assegura uma boa protecção com um nível de conforto muito bom, sendo no entanto mais pesado e quase sempre mais caro do que os anteriores.A polivalência é o seu maior atributo, mas será menos seguro do que os capacetes integrais, uma vez que no caso de um golpe mais duro há sempre o risco de poder abrir-se.Vai bem com o mesmo tipo de motas do modelo Integral: motas de estrada, naked, desportivas e off-road.Nota final: Quando compramos um capacete, devemos sempre verificar junto do vendedor se o mesmo está homologado em Portugal, já que a utilização de um capacete não homologado resulta numa multa equivalente à não utilização de qualquer capacete. Podem ainda verificar se o rótulo de homologação está presente. Terá a inscrição “Homologação E21 Portugal” em cores pretas, ou simplesmente o termo “E21”.   

Instagram Like A Man!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.