Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Like A Man

14
Jul17

Conduzir um clássico


João NC

IMG_20170628_120405.jpg

Meus senhores, mais do que um lugar-comum, é uma inevitabilidade. Desde tenra idade que somos fascinados por (quase) tudo o que tem um motor. Uns vão mais para os carros, outros para as motas, outros para os aviões e muitos gostam de todos eles. Na semana passada pude cumprir um sonho de criança: conduzir um clássico. Ora leiam.

 

12
Jul17

Testride: Harley Davidson Street Rod - primeiro estranha-se e depois...


Filipe Gil

Harley Davidons LiAM blog.jpeg

Depois de uma semana inteira a conduzir uma Harley Davidson Roadster 1200cc (e que em breve partilharemos a experiência), a icónica marca norte-americana propôs que testássemos a nova Street Rod. Uma HD de 750cc que está apontada para ser uma das motas de entrada de gama da marca e para conquistar um público mais jovem.

Supostamente um dos problemas da marca é que o seu público está a envelhecer. Confesso que não acredito nisso. Novos ou mais velhos apreciam sempre uma das marcas de motos com mais personalidade do mundo motorizado. Leiam o que achámos deste modelo que andou connosco uma semana pelas ruas de Lisboa.

 

20
Jun17

A minha é maior do que a tua?


João NC

IMG_20170520_112100.jpg

Ontem publiquei aqui um texto leve e despretensioso sobre as três dicas – muito básicas – para se entrar no, achava eu, maravilhoso mundo das duas rodas. Tão básicas como escolher a mota, comprar o equipamento adequado e praticar, fazendo quilómetros e acumulando horas de prazer a fazer aquilo de que gostamos. Mas não. Aparentemente, e segundo os arautos da “essência motard”, nada disso é permitido a alguém que não pertence ao exclusivo lote dos “escolhidos”.  Sim, ao que parece não é motard quem quer, mas quem foi designado para tal. No bate-boca que se instalou nos grupos dedicados ao tema, juro que li algures que “já se nasce motard”! Os outros, se quiserem, podem eventualmente vir a tornar-se “motociclistas”. Pelos vistos são coisas bem diferentes – outra coisa que aprendi sobre este mundo é que a semântica é um tema muito sensível. Quem diria que a malta das motas (posso dizer assim?) teria uma sensibilidade tão grande para com a escolha das palavras?

 

 

19
Jun17

Dicas para te tornares num motard


João NC

 

IMG_20170520_114557.jpg


Tenho 41 anos e carta de mota há pouco mais de cinco anos. Não é preciso ser um Guterres das contas para perceber que ainda sou um novato nestas coisas. É verdade que comecei um pouco antes, à boleia da lei que permitia aos detentores de carta de ligeiros conduzir motas até 125cc, mas ainda assim passei mais de metade da minha vida sem qualquer tipo de contacto com as duas rodas para além de vê-las passar na rua.

 

23
Mai17

Radiador não entra


João NC

34546626145_8e51b6f01d_o-620x413.jpeg

Há pelo menos duas coisas que podemos louvar nos alemães: os tipos não só sabem fazer bons carros, como têm jeito com as palavras, sobretudo quando se trata de sintetizar algo que nós por cá acabamos sempre por complicar.

 

Veja-se o caso de Luftgekühlt. Não é mais do que o vocábulo alemão que resume as palavras “refrigerado a ar”. E, mais do isso, é também o nome de um encontro exclusivo de carros Porsche exactamente com motor boxer.... arrefecido a ar. Mas aqui já houve dedo de um americano, no caso Patrick Long, um dos dez pilotos de fábrica da Porsche, que venceu as 24 Horas de Le Mans na categoria GT duas vezes, em 2004 e 2007, e que participou na prova até 2016.

 

10
Mai17

Test Ride Mash Café Racer: como é ser "Mashista"?


Filipe Gil

kmzwwkp5nnqdwqyb1cgxfb4rq22.jpg

É uma das marcas que mais curiosidade tem gerado entre os motociclistas e a que poucos ficam indiferente ao seu estilo retro. Falamos das Mash, uma marca francesa construída na China e que tem conquistado a preferência de muitos portugueses. Um de nós é dono de uma e contamos aqui como é conduzir uma Mash.

 

 

 

27
Abr17

Todos nós sonhamos com uma Harley


LiAM

8562.jpg

Goste-se mais ou menos, ninguém é indiferente a uma Harley Davidson. Mesmo quem não gosta ou percebe de motas é um nome incontornável do nosso imaginário. Nisto das motos já se sabe, há cultos em todas as marcas mas talvez a culto da Harley seja dos mais conhecidos, se não o mais. A marca tem apostado em chegar a mais gente e recentemente lançou um novo modelo, que apresentamos aqui (com fotos e vídeo): 

 

 

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.