Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Like A Man

10
Mai17

Test Ride Mash Café Racer: como é ser "Mashista"?


Filipe Gil

kmzwwkp5nnqdwqyb1cgxfb4rq22.jpg

É uma das marcas que mais curiosidade tem gerado entre os motociclistas e a que poucos ficam indiferente ao seu estilo retro. Falamos das Mash, uma marca francesa construída na China e que tem conquistado a preferência de muitos portugueses. Um de nós é dono de uma e contamos aqui como é conduzir uma Mash.

 

 

 

04
Mai17

Exercícios (muito) fáceis para deixar de ter barriga


Filipe Gil

criio.jpg

 

A época de praia está a chegar e muitos de nós já trocou a roupa de inverno pela de primavera e verão e muitos perceberam que estão com uns quilos a mais, sobretudo na parte da barriga, um dos grandes problemas dos homens. Sou daqueles que acho que uma barriga grande faz pior a um casamento que um certo mau feitio, por isso vamos acabar com aquele aglomerado de gordura que carregamos todos os dias (uns mais e outros menos).

 Por essa e outras razões, pedimos ajuda ao nosso amigo Álvaro Anjos, com quem já treinámos algumas vezes, para nos dar 5 dicas essenciais para ter uma barriga lisa para o verão. Vejam as dicas e sigam os concelhos (simples e fáceis) de quem sabe:

 

 

26
Abr17

5 discos essenciais de jazz que todo o homem deve conhecer!


Filipe Gil

record vinil like a man

 

Qual o homem que não gosta de jazz? Haverá alguns certamente, mas haverá uma determinada altura da nossa vida que iremos ter curiosidade. E antes de nos metermos pelo jazz contemporâneo, minimalista (se bem que…), há um conjunto de músicas de um conjunto de intérpretes que nos vão iniciar no jazz e levar-nos para outros campos, se gostarmos. Fizemos uma seleção de cinco obras imprescindíveis a qualquer homem. E para várias ocasiões: para ouvir acompanhado de um bom whisky; para ouvir enquanto cozinha uns belos pratos; ou enquanto namora ou mesmo enquanto conduz:

 

 

12
Abr17

Dicas para ficares mais atraente para as mulheres


Filipe Gil

casal flertando 450x338 Getty.jpg

 

Andamos nisto há alguns anos. E ao contrário que muitos pensam, os quarenta trazem sapiência e experiência de saber que nada sabemos. Vai daí decidimos fazer uma pesquisa, lemos vários artigos e percebemos que há estudos universitários para tudo, até para saber o que as mulheres acham mais atraente num homem. Fizemos um resumo e, senhores, aqui ficam algumas importantes dicas. Não têm de quê!

 

 

03
Abr17

Mulheres: o que andam vocês a fazer (e não deviam)?


João NC

dealbreaker.jpeg

 

Todos nós – homens e mulheres – já passámos por isso. Quando solteiros, e no momento em que conhecemos alguém, é quase inevitável cairmos na tentação do "escrutínio picuinhas". As unhas, o cabelo, a forma como fala, como conduz, e até como caminha, são muitas vezes factores eliminatórios logo à partida. E não vale a pena fingirmos o discurso politicamente correcto que diz que isso dos “mínimos olímpicos” não existe nas relações, que é uma forma superficial de ver as coisas, porque todos sabemos que é assim que funcionamos. Seja por experiências passadas ou simplesmente porque somos “esquisitinhos”, há coisas que nos mexem com nervos ao ponto de acabarmos logo ali com algo que ainda mal começou, chutando para canto a pessoa que acabámos de conhecer.

 

 

 

24
Mar17

10 dicas para te tornares num homem mais interessante


Filipe Gil

 

steve-mcqueen.jpg

 

  1. Cria uma boa biblioteca

    Quem lê é, sem dúvida, uma pessoa mais interessante. Neste tempo em que a informação é praticamente consumida online e em vídeo, porque não ser do contra e começar a criar uma biblioteca lá em casa para deixar o seu legado? Cultura, conhecimento e boa educação nunca existem em excesso. E tornam-nos mais interessantes para todos!

 

23
Mar17

Fortes, sensíveis, duros e românticos!


LiAM


homem-a-serio

E isto tudo que leram no título e mais alguma coisa. Como sabem a vida dos nossos pais era diferente da nossa, homens de agora, talvez mais fácil porque era mais dura! Passo a explicar sem querer dar uma de machista, porque afirmo desde já a minha condição de feminista (e de masculinista)! No tempo dos nossos pais e avós (e ainda mais para trás no tempo) a vida era muito dura. Trabalhava-se muito, na maioria das vezes de sol a sol. Os afetos de pai para filho eram quase inexistente. Uma coisa rara, como se isso pudesse ser entendido como um sinal de pouca masculinidade ou mesmo incentivar a criança, futuro homem, a ser mais mole com a vida. Do género, como se costuma ler nas redes sociais: “A vida não é dura, tu é que és demasiado mole”.

 






 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.