Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Like A Man

09
Out17

Os 5 maiores defeitos que nos apontam


Filipe Gil

shutterstock_216474037.jpg

 


Ok, até devem existir muitos mais defeitos, mas não gostamos de começar a semana apenas com más notícias. Estes são os cinco defeitos que mais nos acusam de ter, sobretudo quando estamos na faixa etária entre os 35 e os 45. Preparados para ler? Sustenham a respiração e cliquem no link!

 

 

DESARRUMADOS
A maior parte de nós não é desarrumado, apenas tem uma lógica de arrumação diferente do sexo feminino. Chamemos-lhe "uma organização muito própria!" e não se fala mais nisso.
Aliás, muitos de nós, homens, acreditam piamente na telecinesia: o poder de movimentar objetos com a mente…, o que nos leva a viver na esperança que aquelas calças de ganga que estão no cadeira ou chão há já três dias irão rumar à máquina de lavar apenas com o poder da nossa vontade, certo? Claro que nem todos somos assim, mas tendencialmente uma camisola nunca está muito amarrotada e há todo um caos em que conseguimos viver, e que, inexplicavelmente o sexo oposto não compreende. Mas até a desarrumação tem um limite. Toca a arrumarem as vossas coisas, vão ver que até a casa respira melhor.



DESLIGADOS
60dinner.jpgNão, não tem a ver com esta crescente necessidade de estar offline. É bem mais grave que isso, sobretudo porque a maioria dos homens, particularmente depois de casados ou num relacionamento estável, tendem a desligar muito do convívio com os amigos. E por "convívio" refiro-me ao convívio pessoal, não às inúmeras mensagens com imagens de miúdas perfeitas que enviamos uns aos outros pelo Whatsapp todos os santos dias (também fazem isso, não fazem?). O convívio é ir jantar com os amigos uma vez por mês, ir à bola, ou beber uma cerveja ao final da tarde, de vez em quando. Não, não é necessário ser todos os dias. Mas estar com os amigos é muito importante. Há a tendência de arranjar sempre uma boa desculpa para não ir. Diz-se que não uma vez, duas, três, quatro, e a partir da quinta já ninguém conta connosco. Não precisamos de ser uns foliões e chegar a casa podres de bêbados todos os fins-de-semana. Mas uma vez por mês até é bastante saudável (se esquecermos a parte de chegar bêbado). Basta pensarem há quanto tempo não estão com aquele amigo…é que de repente passaram-se uns bons anos, ele já se divorciou, tem mais dois filhos de outras duas novas namoradas, fez um implante capilar e vocês nada sabem…

 

 

INFANTIS
Não saber envelhecer pode não ser só um problema como pode ser… triste. Há homens que têm já uma certa proeminência abdominal (ver ponto seguinte) e continuam a achar que têm o mesmo charme e poder de conquistadores que anteriormente - se é que alguma vez o tiveram. O charme move-se por caminhos estranhos, mas duvidamos que uma mulher bonita goste de sentir um pneu de camião agarrado ao nosso corpo.

Depois há aquele tipo que até está cuidado, que vai ao solário, cabelo grisalho e atira beijinhos às amigas e se agarra a todas as mulheres que vê, como se fossem grandes amigos – mas daqueles malandros. Senhores, isso nem o George Clooney.

Ou ainda aqueles que dizem que fizeram uma viagem com a namorada com menos 20 anos, que acabaram de comprar uma Vespa linda e que para o ano vão comprar uma Harley Davidson e percebemos que a última vez que andaram de mota foi a dar umas voltas na Honda de um amigo que vive no Algarve. O Mr. Show Off.

Sim, são aqueles tipos que todos nós, a certa altura da nossa vida já aturámos – em jantares ou casamentos – e que sabemos quase de certeza que no final do dia vão para casa sozinhos agarrar-se ao Netflix para estarem atualizados e terem conversa para o engate seguinte. Ou, na pior das hipóteses, vão ver porno no smartphone. Não sejam desses (a parte do porno é opcional). Um homem quando envelhece ganha serenidade, calma, charme, sapiência. Não beija e diz. É misterioso.

 

BARRIGUDOS
Estou em crer que uma barriga proeminente faz muito pior a uma relação do que a desarrumação e desorganização de que escrevi uns pontos acima. Alguns de nós tendeM a relaxar com o físico e com a saúde. Acha que a companheira está conquistada para sempre e “adormece”. Mas mais importante do que estarmos em forma pelo respeito à nossa companheira, é importante sobretudo a partir dos 40 pela nossa saúde. Eu sei que a vós, leitores ainda nos vintes e trintas, tudo isto parece estranho. Basta uma semana a surfar, duas corridas e tudo volta ao normal. Mas isto depois dos 40 custa muito a queimar. Por isso, antes que a barriga nos vença, vamos nós vencê-la. 
Corram, andem de bicicleta, façam o download de uma APP que vos ajude a fazer abdominais e deixem de beber refrigerantes (a cerveja é sempre uma melhor opção… e é muito mais “à macho”!). Pensem na vossa saúde. Elas dizem que não se importam, mas é mentira. Apontem o nome de um ator que tenha barriga e pelo qual elas suspiram? Não há! Vá, vamos dar cabo dessa barriga! Aliás, já demos umas dicas aqui que podem servir para essa batalha.


"FILHINHOS" DA MAMÃ

Mother-in-law-problems.jpg

 

É certo que mãe há só uma. Mas não há nada mais irritante que homens "filhos da mãe". Não é desses, dos outros, que para tudo e mais alguma coisa pedem opinião à mãe. Os mesmos que dão sempre razão às progenitoras em vez de puxar a sardinha também para o lado da companheira ou de, pelo menos, tentar arranjar um equilíbrio. Se entre marido e mulher não se mete a colher, entre sogras e noras nem perto devemos estar – porque vai sempre sobrar para nós. Por isso, nessas alturas é melhor mudar de local, pé ante pé. E, importante, por vezes as mães precisam de ser chamadas a atenção - com todo o carinho e respeito. Mas muitos homens não o conseguem fazer. Deixar entrar as opiniões das mães num casamento/relação pode ser fatal para o futuro a dois (sem mãe). Neste tipo de situação aprendam com elas: sejam espertos. E façam de vós uns homens, que o mundo lá fora sem a mãezinha é duro!

 

Aguardamos sugestões de mais defeitos. Senhoras, sintam-se à vontade para comentar o post.

 

8 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.