Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Like A Man

04
Abr17

5 dicas para começar a andar de bicicleta na cidade


LiAM

tokyobike.jpg


Cada vez vemos mais bicicletas nas cidades portuguesas, principalmente em Lisboa e Porto. Cidadãos que vão para o emprego, escolas ou universidades e que escolhem as duas rodas (sem motor) para se deslocarem. Nós no LiAM somos fãs e agrada-nos tudo o que nos permite viver as cidades com uma escala mais humana, como é o deslocar de bicicleta no dia-a-dia.

 

 

Assim, e em vésperas da CM de Lisboa começar a colocar a rede de bicicletas partilhadas na cidade (com e sem motor), fomos pedir a um especialista em matéria de bicicletas na cidade quais as 5 dicas para começar a andar de bicicleta em Lisboa. Vejam o que João Camolas, dono do Velocité tem para vos dizer:

tokyobike_bisou_bluejade.jpg

1 – A bicicleta é o mais importante. “Se usar o transporte público, o melhor é escolher uma bicicleta dobrável. Já se o percurso habitual que percorre o futuro ciclista tiver muitas subidas, é preferível uma bicicleta elétrica. Se o percurso normal for normal, uma bicicleta convencional é a escolha mais acertada. E o melhor mesmo é investir mais um pouco e ter uma bicicleta realmente leve. Se esta tiver motor então que tenha uma boa bateria. E nas bicicletas que se dobram, que dobrem mesmo. No caso de uma bicicleta convencional, sugerimos a marca Tokyobike, por exemplo”.

 

68533-kryptonite-antivol-evolution-mini-7-u-lock-f

2 – Um bom cadeado. 'Cadeado em “U”, forte, e em aço. Estes são cadeados que não se cortam facilmente com alicate. Devem ser colocados na traseira, na escora, apanhando a roda. Pode-se investir e comprar apertos de segurança para as duas rodas e para o selim. E é muito importante ter um ou dois cadeados, sendo que o segundo de segurança menor para a roda da frente. Sem isso acho que não vale e pena ter bicicleta para a deslocação urbana'.

 

images-lights-blinder-4-blinder-4-standard-front-b

3 -  Luzes. “As pessoas esquecem-se que para andar de bicicleta à noite é muito importante. O ciclista já é tão invisível, tão pequeno na estrada que se não estiver visível põe em causa a segurança. Aliás, é proibido por lei andar sem luz à noite”. 

 

levis-commuter-ss16-511-slim-trouser-indigo.jpg

4 - Calças de ganga ou chinos para andar de bicicleta. “Há uma coleção da Levi’s, as Levi’s Commuter, preparadas para quem anda de bicicleta no dia-a-dia. Reforçadas na parte do selim, com alguma impermeabilidade e elasticidade e com refletores nas dobras das calças (perto dos sapatos). E custam o mesmo que o modelo 501”.

 

brompton-s-bag.jpg

 

5 - Alforges e malas. “Para, por exemplo, transportar o computador. É muito mais cómodo do que andar de mochila de um lado para o outro. Claro que a mochila é uma peça interessante, mas um Alforge é bem mais prático”.

 

Deixamos de lado a questão do capacete. Uma vez que não é obrigatório e que, segundo João Camolas, deve ser uma questão pessoal. Agora que já têm as principais dicas, força, façam-se às vias das vossas cidades.

 

 

1 comentário

Comentar post

Instagram Like A Man!

Siga-nos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.