Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Like A Man

Like A Man

Preparados para uma revolução?

250330_855899907767548_6466686771304029873_n.jpg

Admitimos, somos viciados em óculos de sol. Vivemos num país em que a maioria do tempo podemos (e devemos) usar óculos de sol. E é nesta altura, na primavera, que começamos a olhar para sites e lojas de óculos para comprar os modelos que estão na tendência – ou aqueles que nos ficam bem (que é sempre a melhor opção). E nós damos uma ajuda. Leiam o resto do post e vejam o que temos para vocês:

 

Todos nós sonhamos com uma Harley

8562.jpg

Goste-se mais ou menos, ninguém é indiferente a uma Harley Davidson. Mesmo quem não gosta ou percebe de motas é um nome incontornável do nosso imaginário. Nisto das motos já se sabe, há cultos em todas as marcas mas talvez a culto da Harley seja dos mais conhecidos, se não o mais. A marca tem apostado em chegar a mais gente e recentemente lançou um novo modelo, que apresentamos aqui (com fotos e vídeo): 

 

 

 

Conheçam os pneus que não precisam de ar

Pneu Air free like a man

A marca Bridgestone acaba de apresentar uma nova geração de pneus para bicicletas com o conceito "Air Free", uma tecnologia que permite desenvolver pneus que não necessita de ser cheios. A Bridgestone, em colaboração com a Bridgestone Cycle estão a financiar estudos para que o pneu possa chegar ao mercado em 2019.

 

O conceito “Air Free ” é uma tecnologia que elimina a necessidade de enchimento dos pneus para suportar o seu peso, utilizado uma estrutura de raios que se expandem na parte interna do pneu. Além disso, as resinas utilizadas nos raios e nas borrachas permitem uma utilização mais eficiente dos recursos.A Bridgestone Corporation e a Bridgestone Cycle adaptaram o “Air Free Concept” aodesenvolvimento de pneus de bicicleta sem furos. A resina permitiu também uma flexibilidade do design, originando ideias únicas para a próxima geração de bicicletas.

 

Conseguem imaginar a revolução que isto vai proporcionar?

 

Pneu sem ar Like A Man

 

 

5 discos essenciais de jazz que todo o homem deve conhecer!

record vinil like a man

 

Qual o homem que não gosta de jazz? Haverá alguns certamente, mas haverá uma determinada altura da nossa vida que iremos ter curiosidade. E antes de nos metermos pelo jazz contemporâneo, minimalista (se bem que…), há um conjunto de músicas de um conjunto de intérpretes que nos vão iniciar no jazz e levar-nos para outros campos, se gostarmos. Fizemos uma seleção de cinco obras imprescindíveis a qualquer homem. E para várias ocasiões: para ouvir acompanhado de um bom whisky; para ouvir enquanto cozinha uns belos pratos; ou enquanto namora ou mesmo enquanto conduz:

 

 

Torna-te (quase) um expert em whisky!

Whisky Like a Man

 

Como deve ser bebido um whisky? Com água, com gelo? Em que tipo de copo deve ser servido? E qual a diferença entre bourbon e whisky - e já agora entre whisky e whiskey? E é possível fazer cocktails com whisky ou é uma heresia?

Falámos com Pedro Segurado, brand ambassador da Pernord Ricard, que nos deu todas as repostas a estas e outras perguntas sobre whisky, para ficarmos uns (quase) expert na matéria:

Senhores, porque temos (ainda) alguma vergonha em cuidar de nós?

clarins spa_likeaman

 

A convite da Clarins fomos ao SPA da marca francesa no El Corte Inglés experimentar uma sessão para tratamento da pele do rosto. E se gostámos? Sim, muito. E aconselhamo-vos, homens, a fazerem o mesmo, ou então às senhoras que nos lêem que ofereçam aos seus companheiros um destes tratamentos.

 

Em primeiro lugar confesso que tive de pôr de lado alguma vergonha masculina de ir a um SPA. Ainda é algo que a maioria dos homens portugueses não faz – os que têm possibilidade para isso. Ainda é algo ainda muito ligado ao universo feminino. Mas vamos por partes:

 

Ranking da felicidade à portuguesa

felicidade2.jpeg

Hoje, ao ver este vídeo, dei por mim a pensar nesta coisa da felicidade. Será realmente assim um sentimento tão (aparentemente) simples, quase de auto convencimento de que naquele preciso momento tudo está como deveria estar? Talvez, sim. Sobretudo por estar ligado à teoria - que defendo há anos - que estabelece uma ligação directa entre o nosso grau de satisfação com a vida que vivemos e as expectativas que nós próprios criamos para a mesma.

 

Abriu a nova flagship da Springfield em Lisboa

IMG_20170412_131432.jpg

É um novo conceito de loja da marca Springfield que abriu na passada semana em Lisboa, mais concretamente na Rua Nova do Almada, ali perto do Chiado. De acordo com a marca a nova loja (com oferta masculina e feminina) é agora mais urbana e menos industrial. O espaço conta com dois pisos. Apesar do target da marca ser os 25/35 (segundo fonte oficial) há muita oferta para quarentões cheios de pinta. Desde peças mais básicas e outras para arriscar um pouco mais. Isto sem esquecer os acessórios. Enquanto não passam por lá, vejam as fotos da parte masculina (sorry, girls):

 

Senhores, vamos despertar o chef que há em nós?

IMG_1740.png

Cozinhar pode ser um grande prazer, dizem. Eu tenho grande prazer... em ver cozinhar. Sou daqueles que vê avidamente os programas de comida de Anthony Bourdain, de Gordon Ramsay e agora na tv portuguesa o fantástico “Pesadelo na Cozinha” com o chef Ljubomir Stanisic, ou o melhor programa de comida de todos os tempos: o fantástico Chef's Table (acho que já vi o episódio com o chef Massimo Bottura umas 10 vezes). Gosto mesmo muito de ver.  


E uma das minhas resoluções para 2017 foi passar a cozinhar. Aliás, acho que nos tempos que correm nós, homens, estamos a deixar de fazer coisas mais mecânicas (bricolage, mecânica, cozinha) e isso está a ir contra a nossa natureza de milhares de anos. Digo eu. Não pensem que estou a apelar a sermos broncos e simples, mas às vezes num mundo tão tecnológico, faz todo o sentido o back to basics. Mas atenção, nada de grunhos, aliás, quem disse que não se cozinha bem a ouvir umas Cantatas de Bach?

 

 

 

 

 

 

Um homem e a sua primeira vez com uma Piaggio 125cc

O Sérgio é meu amigo há uns bons anos. Pai de dois filhos pequenos, é um homem de família que, ainda que não goste de admitir, está perto dos 40 anos. Sabendo que sou um entusiasta das motas, aqui há dias o Sérgio proferiu a frase com que todos começamos a nossa relação com as duas rodas: “ando a pensar comprar uma mota”.

 

IMG_20170414_164703.jpg

Skate nas areias geladas da Noruega. Sim, é possível.

northbound-skateboarding-movie-filmed-on-frozen-sa

Agora que os dias de praia parecem estar de volta, propomos uma viagem até um lugar onde o nosso conceito de praia dificilmente teria lugar. Pelo menos não no Inverno. Seguramente!

 

Viajamos até à Noruega, mais concretamente até Lofoten, um arquipélago no condado de Nordland, na Noruega. Como é bom de adivinhar, os invernos por aqui dão para tudo, menos para fazer praia. Excepto para o Jørn, um realizador e amante da natureza e da cultura do skate, que achou por bem juntar estas três paixões num documentário que podem ver em baixo. “Northbound" mostra-nos uma espécie de Urban meets Nature, onde, numa lógica de comparação com o nosso conceito de praia, as pranchas de surf são substituídas pelos skates e as construções na areia de criança dão lugar às retroescavadoras. Os calções de banho, naturalmente, ficam no armário ou, quanto muito, vão debaixo das roupas quentes necessárias para enfrentar o frio glaciar com que a região recebe quem a visita.

Dicas para ficares mais atraente para as mulheres

casal flertando 450x338 Getty.jpg

 

Andamos nisto há alguns anos. E ao contrário que muitos pensam, os quarenta trazem sapiência e experiência de saber que nada sabemos. Vai daí decidimos fazer uma pesquisa, lemos vários artigos e percebemos que há estudos universitários para tudo, até para saber o que as mulheres acham mais atraente num homem. Fizemos um resumo e, senhores, aqui ficam algumas importantes dicas. Não têm de quê!

 

 

Conversa de bar ou de barbeiro? Neste caso, de ambos. Com O Purista!

garrafas.jpg

Fomos conhecer O Purista Barbière e acabámos à conversa com Nuno Mendes, proprietário e responsável pelo espaço. Numa conversa à mesa de um bar com vista para a cadeira do barbeiro, falou-se de monges, de hipsters, de homens, de motas, de navalhas e, claro, de cerveja. A ler, senhores.

 

Nuno, como é que nasce O Purista?
Esta foi uma ideia criada pela agência de publicidade Normajean para lançar a cerveja Affligem em Portugal e era um projecto para durar um mês e na altura, no meio de uma série de outros eventos e acontecimentos durante esse mês de lançamento, lançamos o desafio à Sancha Trindade para criar aqui algum conteúdo, convidar algumas pessoas que, de alguma forma, caracterizassem o espírito Purista em vários meios: artesãos, pessoas ligadas à moda, às revistas, à cozinha... uma das entrevistas giríssima foi com um dos curadores do Palácio de Buckingham, que por sorte apanhámos em Lisboa e acabou por ser uma dessas conversas no “Na Cadeira Com” (link), em que a Sancha era a Curadora dessa acção.

 

E como foi o Lisboa Moto Show?

sons of anarchy rides triumph.jpg

Confesso que tenho muita experiência em feiras. Já visitei inúmeras, dos mais variados assuntos: de logística a vinhos, de agricultura a retalho, de tecnologia a automóveis. Mas de motos foi a primeira vez que entrei numa exposição, a estreia foi este ano no Lisboa Moto Show. Isto porque, como já referi aqui no blogue algumas vezes, até agosto do ano passado nunca liguei nenhuma a motos. Eram-me quase indiferentes. Mas, qual crise dos 40, qual vontade incessante de descobrir coisas novas, cá estou eu, desde meados de outubro a conduzir mota todos os dias, faça chuva ou sol. Ainda na classe de 125, mas algo que vai mudar em breve. Mas voltando ao assunto deste post: o Lisboa Moto Show. Saí de lá com sentimentos ambíguos.

 

 

5 truques subtis que podem melhorar (e muito) o teu estilo

glasses.jpg

 

Um homem moderno quer-se com pinta! A “beleza" de um homem mede-se por aí, e pelo carisma, pelo seu estilo. Claro que uma “carinha laroca” ajuda, mas não é só isso que conquista as mulheres, a personalidade forte, o sentido de guerreiro aliado à inteligência e sensibilidade é muito importante (senhoras, corrigam-nos se estivermos enganados).

Somos daqueles que acham que a importância está nos detalhes, pelo que neste post ajudamos a terem um pouco mais de estilo apenas melhorando alguns simples detalhes. Vamos a isso, you stylish lads!

 

As novidades da Piaggio no Lisboa Moto Show

moto guzzi v7 special 50

Já fomos ao Lisboa Moto Show! Ontem foi o primeiro dia daquela que se auto intitula a maior feira de motas da Península Ibérica. Estão lá os principais players do mercado. E, como é tradição neste tipo de feiras, quem reina são beldades: as motas e as modelos femininas que por lá circulam. Vejam algumas imagens:

5 dicas para começar a andar de bicicleta na cidade

tokyobike.jpg


Cada vez vemos mais bicicletas nas cidades portuguesas, principalmente em Lisboa e Porto. Cidadãos que vão para o emprego, escolas ou universidades e que escolhem as duas rodas (sem motor) para se deslocarem. Nós no LiAM somos fãs e agrada-nos tudo o que nos permite viver as cidades com uma escala mais humana, como é o deslocar de bicicleta no dia-a-dia.

 

 

 

Os portugueses estão a beber mais cerveja à mesa

 

SCC_MESAS_BOHEMIAS_noelia_ines_139.jpg

 

É verdade. Cada vez mais são os portugueses que estão a fazer o food paring com cerveja. E tal como se passou há uns anos com o vinho, que veio para ficar, uma das grandes tendências do momento é juntar boas cervejas com bons pratos. A pensar nisso e nas memórias gastronómicas que muitos locais têm para nós e que levam os portugueses a percorrerem centenas de quilómetros por um belo prato típico, a Cerveja Bohemia lançou o projeto "Mesas Bohemia" que irá trazer a gastronomia regional às cidades de Lisboa e Porto. O LiAM perguntou ao foodie Rodrigo Meneses que nos explicasse o projeto:

 

 

 

 

Mulheres: o que andam vocês a fazer (e não deviam)?

dealbreaker.jpeg

 

Todos nós – homens e mulheres – já passámos por isso. Quando solteiros, e no momento em que conhecemos alguém, é quase inevitável cairmos na tentação do "escrutínio picuinhas". As unhas, o cabelo, a forma como fala, como conduz, e até como caminha, são muitas vezes factores eliminatórios logo à partida. E não vale a pena fingirmos o discurso politicamente correcto que diz que isso dos “mínimos olímpicos” não existe nas relações, que é uma forma superficial de ver as coisas, porque todos sabemos que é assim que funcionamos. Seja por experiências passadas ou simplesmente porque somos “esquisitinhos”, há coisas que nos mexem com nervos ao ponto de acabarmos logo ali com algo que ainda mal começou, chutando para canto a pessoa que acabámos de conhecer.