Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Like A Man

05
Dez17

10 factos a ter em conta na hora de vestir um fato


LiAM

2017_06_01_SACOOR_21_0066_final_v1.jpg

 

Contra factos não há argumentos. Já quanto a fatos, não temos nada contra, muito pelo contrário Mas temos algumas questões, como por exemplo: qual o(s) fato(s) obrigatórios no guarda roupa de homem? E quanto da camisa se deve ver nas mangas? As calças devem ser compridas ou curtas? E qual o tamanho do cinto?

 

É fácil perceber que há uma série de regras que devemos seguir na hora de vestir um fato. Mas nem todos nós sabemos quais são, certo? Para vos ajudar fomos pedir conselhos a quem sabe: à Sacoor Brothers. Ana Nunes, Sales & Operations Area Manager da empresa, indicou-nos como nos devemos vestir. Para que nada falhe na hora de vestirmos aquele fato à James Bond!

 

1. Qual a cor e tipo de fato que é imprescindível ter no guarda-fato?
Há uma grande tendência para os azuis lisos, porque sendo uma cor versátil dá para várias ocasiões (trabalho, cerimónias, eventos, etc). Quase que se pode dizer que quando se dá a compra do primeiro fato, os azuis são os mais escolhidos.  
Há também a vantagem de combinar, à posteriori, o blazer com uma calça menos formal ou até uma ganga – isto para um jantar mais descontraído ou até para uma saída à noite. Contudo, enquanto marca (a Sacoor Brothers) temos fatos icónicos que representam aquilo que um homem deveria ter sempre “à mão” para qualquer circunstância, e aí somos abrangentes, colocamos fatos básicos azuis e cinza como um “must have”. Isto porque um homem não deverá ter só um único fato no seu guarda-roupa.


2. Quais os estilos de fato que existem e quais os mais recomendáveis para a tipologia do homem português?
Temos três tipos: Regular, Slim e Taylor (este último é uma versão mais ergonómica, quase como se o fato fosse feito à medida, muito à semelhança da linha italiana).  É impossível dizer que o homem português é mais de uma forma que de outra porque haverá sempre quem contradiga, mas o mais vendido é o modelo Slim Fit. É ajustado de forma a assentar melhor no corpo e é mais moderno.

 

2017_06_01_SACOOR_09_0025_final_v2.jpg

3. Em termos de comprimento das mangas o que se deve usar?
Hoje em dia o mais usual é ficar a ver-se, no máximo 1 cm da manga da camisa. No entanto há quem considere que se deve deixar o equivalente ao que fica visível de tecido no colarinho da camisa com o blazer vestido, para um ar mais harmonioso.

 

4. E na questão do comprimento das calças do fato, como devem ficar?
Dependerá sempre da situação e da pessoa em si. No entanto nunca deverá ser muito mais comprido do que a bater no início da sola do sapato. Nós, enquanto marca, acabamos por fazer uma bainha em rampa, deixando sempre a parte da frente mais curta que a de trás para que não haja fole ou tendência para excesso de tecido. Ainda assim, hoje começamos a ter mais adeptos de calças mais curtas, e de sapatos a verem-se por completo.

 

5. Em termos de colarinho da camisa, quais são as regras a seguir? Como se vê pelo colarinho que uma camisa é de qualidade?
Não há regras para colarinhos, há opções seguras isso sim. Um colarinho mais tradicional não faz de uma camisa "inferior" a um colarinho mais aberto. Isto tudo terá que envolver a "personalidade" ou até o impacto que se quer causar com a escolha X ou Y.  
Em relação à qualidade do colarinho tudo terá haver com a entretela que é colocada no mesmo e que faz com que, mesmo com várias lavagens, os colarinhos não quebrem a forma. Com este aplique queremos criar o ar sofisticado e elegante que toda a camisa deve ter. No entanto é de ressalvar que um cliente com um pescoço mais baixo não será aconselhado um colarinho mais comprido, a não ser que tenha botão, ou será aconselhado um mais curto de forma a não encurvar e quebrar a estética e conforto. O colarinho é maior tendência, o dito colarinho italiano.

 

2017_06_01_SACOOR_19_0001_final_v1.jpg

6. Há regras para os botões de punho?
Uma questão de gosto, um toque de maior sofisticação.       

 

7. E clip para a gravata? Quando se pode usar?
Para um homem mais pormenorizado, aconselhado para épocas especiais ou para homens com o abdómen mas saliente.

 

8. E nas gravatas, qual a medida mais usada? E em termos de comprimento, onde deve ficar a ponta da gravata uma vez vestida? E a gravata de lã, quais as ocasiões que se devem usar?

A largura da gravata deverá sempre coincidir com a medida da lapela. Contudo, nos reforçamos sempre que as mais versáteis são as 7,5 a 8,5 cm. Ao nível de comprimento máximo, deverá bater no cinto, nunca ultrapassar a linha do cinto. Gravatas de lã são mais casuais, ou seja, podem ser usadas mas não são sugeridas para situações de trabalho. Contudo, desde que haja a chamada “atitude”, pode-se tudo.

9. Sapatos: pretos ou castanhos? E que estilos são os mais aconselháveis para termos um estilo clássicos, mas modernos?
O preto é a cor mais versátil e por isso também é um must have. Sempre impecáveis, sempre muito bem engraxados. A tendência tem-nos empurrado para o castanho para um homem mais Trendy e facilmente condiz igualmente com tudo.



10. Em relação aos cintos, qual a medida certa e quando se deve substituir um cinto?
O cinto deve ser o perímetro da cintura ou, de forma a facilitar, o dobro do tamanho da calça + 5cm. Exemplo : calça 44x2 =88 +5 = 93 - equivale ao tamanho 95 (visto que os tamanhos são : 85, 95, 105 e 115cm). Deve estar sempre no terceiro furo, tendo geralmente 5. Em termos de cor deve estar em conformidade com o tom do sapato.

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.